Respondendo já de cara: sim… e não.

Confuso? Calma que vamos explicar melhor ao longo do texto. Então, se você já possui um negócio de uma pessoa só ou se você pensa em se aventurar por esse meio, segue na leitura que temos algumas boas dicas.

Pra começar, vale explicar um pouco desse fenômeno de ser um empreendedor solo, ou solopreneur, como dizem lá fora.

O sonho de ter o próprio negócio sempre esteve presente para boa parcela da população, só que antes os esforços para que isso se tornasse realidade eram muito grandes. Um empreendedor precisava de dinheiro, precisava contratar funcionários, investir em contabilidade, pagar muitos impostos. Ou seja, não era pra qualquer um.

Hoje a coisa mudou. Graças aos avanços tecnológicos, internet e uma nova visão sobre o mercado de trabalho, mais e mais pessoas se lançam em uma modalidade de empreendedorismo bastante enxuta, que se mantém com o trabalho de uma pessoa só: o dono do negócio.

O empreendedorismo solo pode ser o caminho do sucesso para quem não quer trabalhar para os outros, possui uma visão própria, está disposto a investir em uma marca pessoal e tem força de vontade para superar os desafios. Mas alguns cuidados são necessários para que o sonho não vire pesadelo.

 

Automatize sempre que puder

Como você será o faz-tudo do seu negócio, pode imaginar que tempo é um dos recursos mais valiosos que terá ao seu dispor. Isso quer dizer que desperdiçar minutos ou horas disparando e-mails, postando nas redes sociais ou procurando por espaços vagos na sua agenda é um luxo ao qual você dificilmente terá acesso. Ainda bem que tudo isso já pode ser automatizado.

Hoje temos uma imensa variedade de aplicativos e programas que permitem determinar, agendar e automatizar funções. Desse jeito você precisa fazer as coisas apenas uma vez e então deixar a magia da tecnologia dar conta do resto.

Quer ver como é prático? Imagine que você possua um blog e venda um e-book por lá. Graças à automatização, você pode fazer a oferta ao cliente, realizar a venda, entregar o produto via e-mail e ainda ter o dinheiro depositado em sua conta bancária. Tudo isso enquanto dorme, ou dirige, ou trabalha em outras coisas.

Perfeito para empreendedores solo.

 

Terceirize as funções não essenciais

Lembra que lá no começo do texto dissemos que era possível ser um empreendedor solo, mas que também não era possível? Pois bem, é aqui que explicamos a parte do não.

Embora você até seja capaz de exercer todas as funções necessárias para o sucesso do seu negócio, vai chegar uma hora em que a quantidade de trabalho será tamanha que você ficará estressado ou perderá a motivação. Além disso, a sua própria limitação fará com que o negócio pare de crescer.

Como resolver esse problema? Terceirizando.

Quando o negócio iniciar o crescimento, foque as suas forças nas funções essenciais dele. Ou seja, naquelas coisas que só você pode fazer. Quanto ao resto, pesquise por bons profissionais em plataformas como a CROWD e contrate-os. Além de aquecer a nossa nova economia, você terá resultados muito melhores e mais rápidos.

 

Faça parcerias estratégicas

Outra dica que nos mostra que, mesmo trabalhando solo, você precisará se conectar a outras pessoas.

Boas parcerias são fundamentais para o sucesso do seu empreendimento. Ao encontrar os aliados certos, você amplia o seu alcance, fortalece a sua marca e multiplica resultados. É uma forma de fazer muito mais, com menos esforço.

Uma parceria adequada deve levar seu produto/serviço para um novo público e aumentar suas vendas, mas não esqueça que você também deve dar algo em troca. Isso pode se dar por meio de pagamentos, porcentagem nos lucros ou mesmo com uma troca de serviços.

Alguns exemplos de parcerias estratégicas são guest posts, venda por meio de afiliados e divulgação com influenciadores digitais.

É claro que existe mais por trás de se abrir um negócio, mas esses três fatores que enumeramos aqui se mostram como diferenciais dos nossos tempos e como os grandes responsáveis por fazer empresas de uma pessoa só alcançarem um sucesso considerado impensado há algumas décadas. Sendo assim, trabalhe duro, trabalhe de forma inteligente e entenda que, não é porque você é um empreendedor solo que precisa estar sozinho.