Com as possibilidades do digital, o designer gráfico evolui com a tecnologia.

Do logo a elaboradas animações, todas as ideias de criação se tornam possíveis com boas ferramentas e um profissional criativo. Veja como o design gráfico pode avançar com as mudanças tecnológicas e continuar sanando necessidades e enaltecendo a inovação.

O design

O avanço do design caminha junto com o avanço da sociedade e suas necessidades, incluindo móveis, roupas, eletrodomésticos e a identidade de empresas, marcas e produtos.

O design ajuda na definição da linguagem e constrói a informação e seu propósito de maneira única. E, quando bem feito, alcança resultados muitas vezes inacreditáveis.

Presente nas mais variadas disciplinas e áreas da vida, o design absorveu o conhecimento para obter definições, padrões e infinitas inspirações.

Design de interiores, de moda, industrial, gráfico… todos dependem de conceitos e pontos de partida para criar e construir opções desejáveis e possíveis de se usar e compreender.

O processo criativo também passa por processos de aceleração para se adaptar a novos pensamentos e exigências em sociedade, mas sem perder o que torna ideias reais.

 

O design como ferramenta

Desde o sucesso do Design Thinking é possível observar que o design se tornou uma ferramenta que faz parte da estratégia e construção de ideias e planejamentos, dos mais simples aos mais complexos.

Como recurso, o design está presente em projetos acadêmicos e estratégias globais ajudando na construção de novos passos para empresas e sociedade. Da imersão em uma ideia ao seu desenvolvimento, o pensamento criativo provoca novos processos e resultados.

Acompanhado de tantos gadgets, é possível explorar muito além da criatividade proposta e profissionais preparados para acompanhar esse desenvolvimento rápido e esperado.

 

O design gráfico não se baseia apenas nos elementos gráficos para desenvolver produtos e marcas.

 

O design gráfico além de seus elementos

Com a tecnologia se tornou possível a grande exposição e compartilhamento das marcas no on-line. Isso permitiu a interação entre empresas de diversos segmentos entre seus clientes e seguidores.

A partir daí, a possibilidade da análise de dados, tráfego e engajamento tornou-se essencial e personalizou ainda mais o trabalho das marcas e, por sua vez, dos profissionais.

Esse avanço permitiu o investimento na produção de conteúdo dedicado aos públicos de interesse em todos os canais de comunicação da marca ou empresa. Desde plataformas pensadas na experiência do usuário a posts nas redes sociais em busca da interação, o design gráfico é o que dá personalidade e se encaixa no desejo do cliente.

Diferentes segmentos reconhecem a importância do marketing digital e o conteúdo como centro da estratégia de comunicação. E, para que haja uma boa performance no uso dos dados, o design gráfico “traduz” visões e informações de forma relevante.

Organizações utilizam design para compartilhar análises por meio de gráficos atraentes e com explicações simples e compreensíveis em reuniões e materiais de divulgação. A evolução do design fica evidente quando ações e projetos antes distantes, preocupam-se com todo detalhe da estética.

A estética desenvolvida pelo design é a preocupação com a experiência despertada pelo usuário. Não se pensa mais em sites institucionais estáticos e produtos apenas feitos para sua utilidade. A beleza das coisas é o que desperta o desejo e aproximação de consumidores e seguidores.

Marcas como Apple são reconhecidas pela preocupação com o design de seus produtos e a transformação de seu mercado. O design gráfico inspira empresas a desenvolver ferramentas úteis e inovadoras.

Mais do que técnicas, o design gráfico se molda pela referências universais e diversidade de seus profissionais criativos.

 

O profissional do design gráfico

A pluralidade dos profissionais na área de criação é o que permite que um mesmo briefing ganhe diversas versões de acordo com cada profissional.

Cada profissional é moldado por suas referências adquiridas durante a carreira e gostos pessoais, que formam sua personalidade.

A personalidade, mesmo que intrínseca e muitas vezes sutil, sempre está presente nas peças de um designer e é o que torna o design tão importante e especial.

A necessidade empresas e agências por profissionais com capacidade de entender conceitos e explorar ideias é o perfil que define o designer gráfico hoje. É um profissional colaborativo, com conhecimento técnico e muita criatividade pronto para ouvir propósitos, visões e construir peças desejáveis.

 

Profissionais, startups e agências sabem que a tecnologia e a criatividade ainda trarão muitas mudanças para o design gráfico que, por sua vez, transformará tantas outras especificidades. Por isso, é essencial contar com os melhores profissionais do mercado atentos aos avanços do mercado e com vasta experiência.

A Crowd, startup voltada para o mercado de comunicação e tecnologia, criou uma plataforma inovadora para contratação de freelancers. Hoje, agências e empresas podem contratar especialistas em diversas áreas para desenvolvimento de projetos de forma remota e descomplicada, como grandes designers.

São trabalhos desenvolvidos de forma ágil e com custo diferenciado para o contratante sem perder a qualidade. A Crowd dá possibilidades para quem busca por bons resultados e de maneira otimizada.

Conheça já nossa plataforma e veja como projetos podem ser feitos de forma ainda mais simples.