Os empregos formais e estabilidade profissional estão cada vez mais distantes do novo tipo de carreira desejada e que vem ganhando cada vez mais espaço. As mais variadas áreas de conhecimento têm se adaptado para a atividade de freelancer, favorecendo o trabalho realizado por meio de projetos e não mais os tradicionais contratos.

Muitos profissionais têm migrado de carreiras e profissões estáveis para a atividade freelancer nos últimos anos e os motivos são variados. Entenda as mudanças no mercado de trabalho, nas carreiras e como os profissionais liberais estão conquistando seu espaço.

O mercado

Os novos freelancers são o resultado de uma nova economia com a terceirização dos serviços e a sobrevivência em momentos de crise.

O aumento do desemprego e o surgimento de novas tecnologias exigem profissionais atualizados e especialistas em áreas que, muitas vezes, ainda estão sendo exploradas.

O freelancer tem a vantagem de se especializar em determinados segmentos e seus nichos para conquistar clientes com necessidades específicas e pontuais, o que não é tão possível para empregos com normas tradicionais, devidos leis de contratação e impostos.

Empresas que optaram por encolher seu quadro de funcionários, contratam profissionais conforme a demanda dos serviços e por prazos determinados, diminuindo custos.

Esta nova fase do mercado de trabalho e prestação de serviços permite que valores competitivos sejam exercidos entre profissionais e clientes, com entrega em prazos justos sem perder a qualidade do resultado.

Quem são os freelancers?

Existem especialistas em inúmeras áreas, desde advocacia a saúde. Mas os principais segmentos com o maior presença de freelancers são tecnologia e comunicação.

Essas áreas desenvolvem projetos com início, meio e fim, o que facilita a contratação de profissionais para esses trabalhos de acordo com experiência, disponibilidade e valores.

Designers, programadores, redatores, jornalistas, editores, videomakers, publicitários e tantos outros profissionais, valorizam cada vez mais a flexibilidade alcançada através da atividade freelancer.

Muitos profissionais de agência têm deixado a carreira dos grandes escritórios para trilhar um caminho solo, mas com projetos relevantes para o currículo, de acordo com identificação e interesse.

Flexibilidade

Com uma conexão de internet e notebook é possível trabalhar de qualquer lugar do mundo e ainda realizar o sonho de viajar mesmo sem estar de férias.

Mães e pais têm a oportunidade de criar seus filhos com muito mais proximidade e participar do dia a dia da criança sem deixar o trabalho de lado, mas adaptando seus horários de acordo com seus hábitos.

Seja pela maior liberdade na rotina ou o retorno financeiro mais interessante, essas mudanças também são desencadeadas pelo formato de trabalho inspirado pela Geração Y, que busca flexibilidade e maior qualidade de vida em todas as áreas, principalmente no trabalho.

Ao contrário do tão esperado plano de carreira, os profissionais que atuam como freelancer buscam por projetos com significado e que não impeçam outros planos, como viajar, ter momentos de lazer e realizar tarefas seja de manhã, tarde, noite ou madrugada adentro.

Trabalhar no momento em que se é mais criativo e de onde quiser são as principais características da vida do freelancer e o que mais é levado em consideração no momento de escolher um bom emprego ou seguir com projetos independentes.

Mais opções

A vontade de mudar de profissão durante a carreira é um caminho permitido através dessa atividade tão flexível, pois é possível se candidatar e aceitar apenas os trabalhos com os quais se identifica e tem interesse em participar. Isso possibilita que novos habilidades e especialidades sejam descobertas e desenvolvidas ao longo da trajetória profissional.

No mundo dos freelancers é natural encontrar profissionais da área da saúde, exatas ou comercial trabalhando em ótimos projetos utilizando seu lado criativo (pouco explorado em algumas profissões), gerando satisfação na execução do trabalho, tanto para quem executa quanto para quem contrata.

E ainda muitos profissionais optam pela atividade freelance como um complemento financeiro enquanto o trabalho formal ainda é a principal fonte de renda. Os trabalhos são realizados em dias de folga ou no horário livre, sem interferir na rotina e período em que se passa no emprego.

Esse é um ótimo caminho para quem ainda não tem certeza em qual ramo atuar ou ainda não possui grandes clientes e projetos; pode-se criar uma carreira e portfólio e ganhar experiência com o tempo.

O mercado de trabalho está se adequando a todas as mudanças nas carreiras dos profissionais e atividade freelancer segue para se tornar uma das principais opções para quem deseja criar o próprio caminho e realizar com muita qualidade, em todos os aspectos!

Quer ser um freelancer? Clique aqui e faça parte da nossa comunidade com mais de 5.000 especialistas. Com certeza tem um projeto esperando você!